Estudos Bíblicos
Alegrai-vos!

Alegrai-vos!

Seja qual for a situação, a celebração é possível quando colocamos nossa esperança e fé nAquele que nos ama.

    Escrevendo aos filipenses no capítulo 4, verso 4, o apóstolo Paulo diz: “alegrai-vos sempre no Senhor. Outra vez vos digo, alegrai-vos”. Um homem fiel a Deus que foi perseguido, humilhado, açoitado e preso. Agora, de uma prisão em Roma, escreve aos crentes para falar de alegria, celebração. É um contraste enorme entre os dois momentos descritos até aqui. E o propósito é exatamente refletir sobre como celebrar a Deus em meio aos desafios e às dores que a vida nos prepara? A resposta está nas palavras do apóstolo: “no Senhor”. O mandamento da alegria (celebração) não está embasado na inexperiência, ou na ausência de grandes preocupações ou dores, mas fundamentado na fé nAquele que guarda e sustenta os Seus em qualquer circunstância.

    Na mesma carta Paulo aponta várias razões para uma vida de celebração: era salvo e sua vida era para honrar o nome de cristo (1.19, 20);  ele se gloria na cruz de cristo (2.5-11; 3.20, 21; 4.5); seu Deus é poderoso para suprir suas necessidades (4.11-13, 19, 20); pessoas estavam sendo salvas (1.6; 2.17, 18); em comunhão com outros estavam frutificando (1.5; 2.19-30; 4.1, 10); Deus estava conduzindo tudo (inclusive as cadeias) para o bem (1.12-18; Rm 8.28); a morte é lucro quando a vida é cristo (1.21, 23); tinha livre acesso ao trono da graça (4.6). É alegria verdadeira e constante sim, mas no Senhor e somente nEle. 

    Seja qual for a situação, a celebração é possível quando colocamos nossa esperança e fé nAquele que nos ama, pode todas as coisas e conduz nossa história sempre em triunfo.

    Que o Senhor nos abençoe e ajude a celebrar por Ele, para Ele e nEle em todo tempo.

Rev. Marcelo Ramos Oliveira


Mais conteúdos
Evangelho de poder

Evangelho de poder

Que o Cristo de nossas vidas mude a vida de muitos outros.
Não eu, Deus!

Não eu, Deus!

É importante frisar que, nas palavras de Jesus, a postura dos seus discípulos em segui-lo deve ser precedida de uma decisão de negar a sim mesmo, suas vontades, projetos, anseios...
Relacionamento gera relacionamento

Relacionamento gera relacionamento

Que nosso bom relacionamento com Deus gere bons relacionamentos com os irmãos
Deus proverá

Deus proverá

Ele continua vivo e cuidando dos Seus. É o mesmo provedor, o “socorro bem presente na tribulação”.
A regra da fé

A regra da fé

Existe a Regra da Fé, totalmente contemplada nas Escrituras, pois, a mesma tem uma utilidade para as diversas necessidades do homem.
As doutrinas da graça

As doutrinas da graça

“Os 5 Pontos do Calvinismo”, além de bíblicos, contém a expressão da Graça salvadora e da soberania de Deus.
Quantas vezes perdoar meu irmão?

Quantas vezes perdoar meu irmão?

A suma do ensino de Jesus diz respeito ao aspecto qualitativo, isto é, o perdão tem de ser de qualidade diferente daquele que a gente libera infinita vezes.
Deus sobre tudo

Deus sobre tudo

Deus governa sobre nossas ações livres para os Seus bons propósitos que soberanamente planejou para os Seus Santos fins.
O cristão é uma fera domesticada

O cristão é uma fera domesticada

Não existe a possibilidade de se viver como cristão, seguidor de Jesus, sem buscar o poder do Espírito Santo.

1 | 2

12 conteúdos encontrados