Estudos Bíblicos
Não eu, Deus!

Não eu, Deus!

É importante frisar que, nas palavras de Jesus, a postura dos seus discípulos em segui-lo deve ser precedida de uma decisão de negar a sim mesmo, suas vontades, projetos, anseios...


É muito preocupante a triste realidade de pessoas que vivem exclusivamente para satisfazer seus desejos e sonhos; que condicionam seu bem-estar e felicidade ao fato de atingirem seus objetivos. É tão extrema a situação que, nestes casos, Deus é apenas um meio de se conseguir o que se quer; atitudes e práticas religiosas ou até mesmo um comportamento devocional aparente nada mais é que uma maneira de “usar” Deus para se obter o desejado.

O foco está em si mesmo. Deus não é Deus, mas o próprio homem o é. “E, naturalmente, como somos sempre lembrados, se tentarmos colocar qualquer coisa no lugar reservado originariamente a Deus, vai sobrar muito espaço. Tudo o que colocarmos vai ficar chocalhando lá dentro”. 1 Cabe uma reflexão sobre as palavras do Mestre aos seus discípulos registradas por Marcos: “se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me”.

É importante frisar que, nas palavras de Jesus, a postura dos seus discípulos em segui-lo deve ser precedida de uma decisão de negar a sim mesmo, suas vontades, projetos, anseios... é a descentralização do eu em função da busca sincera e determinada em viver a vida de Cristo; é uma entrega total e sem reservas. Deus como Deus em nossas vidas!
Jesus nos abençoe e ajude!

Rev. Marcelo Ramos Oliveira



Mais conteúdos
Evangelho de poder

Evangelho de poder

Que o Cristo de nossas vidas mude a vida de muitos outros.
Relacionamento gera relacionamento

Relacionamento gera relacionamento

Que nosso bom relacionamento com Deus gere bons relacionamentos com os irmãos
Deus proverá

Deus proverá

Ele continua vivo e cuidando dos Seus. É o mesmo provedor, o “socorro bem presente na tribulação”.
A regra da fé

A regra da fé

Existe a Regra da Fé, totalmente contemplada nas Escrituras, pois, a mesma tem uma utilidade para as diversas necessidades do homem.
As doutrinas da graça

As doutrinas da graça

“Os 5 Pontos do Calvinismo”, além de bíblicos, contém a expressão da Graça salvadora e da soberania de Deus.
Quantas vezes perdoar meu irmão?

Quantas vezes perdoar meu irmão?

A suma do ensino de Jesus diz respeito ao aspecto qualitativo, isto é, o perdão tem de ser de qualidade diferente daquele que a gente libera infinita vezes.
Deus sobre tudo

Deus sobre tudo

Deus governa sobre nossas ações livres para os Seus bons propósitos que soberanamente planejou para os Seus Santos fins.
O cristão é uma fera domesticada

O cristão é uma fera domesticada

Não existe a possibilidade de se viver como cristão, seguidor de Jesus, sem buscar o poder do Espírito Santo.
Alegrai-vos!

Alegrai-vos!

Seja qual for a situação, a celebração é possível quando colocamos nossa esperança e fé nAquele que nos ama.

1 | 2

12 conteúdos encontrados